5 dicas de arquitetura para seu negócio

Quando falamos em Arquitetura ou Design de Interiores para ambientes Corporativos/Empresariais, não estamos falando somente de estética. Estudos recentes mostram que o layout, design dos mobiliários, cores e iluminação podem deixar o ambiente de trabalho muito mais produtivo!
Todos os elementos dispostos em um ambiente de trabalho exercem influência no comportamento das pessoas que ali executam suas tarefas. Desde a iluminação e o tipo de mobiliário utilizado até as cores das paredes e objetos. O espaço pode atrapalhar ou, se planejado da maneira correta, incentivar o desempenho dos funcionários de uma empresa. Não existe uma regra perfeita para todos os escritórios, mas de uma maneira genérica podemos considerar alguns pontos na hora de pensar o espaço construído.
Abaixo seguem 5 preciosas dicas para melhorar o ambiente de trabalho na sua empresa!

 

#DICA 1. LAYOUT/DISPOSIÇÃO DOS MÓVEIS

 

O layout tem grande importância para a elaboração de um espaço de trabalho corporativo de qualidade. Ele define áreas de circulação, dimensões e tipos de móveis adequados
para cada necessidade.
Existem diversas tipologias de organização de espaços de trabalho em escritórios, sendo o mais tradicional, a que segue um conceito de hierarquia, com a organização do layout estabelecido a partir do cargo exercido pelo ocupante de cada mesa, num modelo em que o importante é não dificultar o acesso às pessoas, já que quanto mais direta for a ação, mais eficiente será o atendimento.

Outra forma muito utilizada, sendo a mais dinâmica, é o modelo totalmente aberto, sem divisões com paredes oumódulos, tendo fácil acesso aos atendentes e a variação do layout bastante flexível. Ele otimiza tempo por estarem os colaboradores em contato direto, fazendo esclarecimentos com facilidade.

 

 

#DICA 2. CADEIRAS

 

Como escolher a cadeira certa para o trabalho? Há diversos fatores a se considerar na hora da escolha, como tipo de trabalho que será executado, tempo de permanência sentado e tamanho do usuário.
Considerando um posto de trabalho com computador no escritório, onde a pessoa passa várias horas por dia sentada, ou em casa (home office) as cadeiras devem apresentar apoio em 5 pés com rodízios, evitando deslocamentos involuntários e proporcionando maior estabilidade. As superfícies onde o corpo toca devem ser estofadas e revestidas com um material que possibilite a ventilação. A altura do acento deve ser regulável entre 37 e 50 cm, permitindo ao usuário adequá-la.

 

#DICA 3. MESAS

Para trabalhos manuais, seja sentado ou que tenha de ser feito em pé, as bancadas, mesas, escrivaninhas e painéis devem proporcionar ao trabalhador condições de postura, visualização e operação adequadas, tendo dimensões e características da superfície compatíveis com o tipo de atividade exercida.

 

#DICA 4. ILUMINAÇÃO

 

A iluminação em escritórios deve proporcionar luz suficiente para a execução confortável e segura das tarefas do dia a dia. Ela deverá ser bem direcionada e livre de brilhos que
possam causar incomodo. Uma má iluminação causará dores de cabeça, visão embaçada e dores no corpo, devido à postura incorreta em lugares mal iluminados, sendo que a luz dos monitores de computador agravou esses problemas.

 

A luz em ambientes abertos em um dia claro, dentro de um prédio comercial próximo à janela ou numa sala ou espaço interior tem uma grande variação de luminosidade, sendo maior próximo à janela e muito baixa nos espaços mais internos. As áreas de um escritório necessitam de diferentes intensidades de luz, dependendo do seu uso. Com isso, é necessária uma iluminação complementar artificial para obter luz suficiente para as funções desempenhadas em um escritório.

 

#DICA 5. CORES

Algo muito importante no espaço corporativo é o uso adequado das cores. Elas possuem propriedades capazes de influenciar o estado de humor e de atribuir predisposições favoráveis ou desfavoráveis para os envolvidos. Por esse motivo, combinações de tons devem ser muito bem pensados e utilizados em ambientes com objetivos determinados. Cores quentes e fortes, devem ser utilizadas com cuidado, pois podem causar exaltação dos ânimos e agressividade.

Tons de cores neutros são uma das opções para projetos corporativos, já que são versáteis e podem ser usados em diversas situações. Cores como branco, bege e cinza, além de suas variações de tonalidades, trazem elegância e clareza aos lugares. Por isso, quando combinados com um projeto de qualidade, transmitem para as pessoas bom gosto e conforto.

Por outro lado, ambientes compostos apenas por cores claras e básicas podem se tornar maçantes e, de certa forma, monótonos para os que têm que trabalhar um longo período de tempo ali.

 

Carolina Righetto

Arquiteta e Urbanista formada pela Universidade Estadual de Londrina (UEL-PR). Possui uma extensa bagagem no desenvolvimento de produtos imobiliários do mercado de São Paulo, tendo trabalhado com empreendimentos comerciais e de alta complexidade. Possui MBA em Gerenciamento de Escritórios de Arquitetura pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP) com formação complementar em Gestão de Pessoas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP) também. Atualmente é sócia-proprietária do escritório CAROLINA RIGHETTO ARQUITETURA BIM.

 

 

05/11/2018

0 responses on "5 dicas de arquitetura para seu negócio"

    Leave a Message

    Desenvolvido por IAPRENDI®. Todos os direitos reservados.
    error: Content is protected !!
    WhatsApp chat
    X