As plataformas digitais estão entre as megatendências para os próximos anos. E por trás disso está uma proposta única de geração de valor e construção de relacionamento. Entenda melhor as características e vantagens determinantes do sucesso de marcas como Netflix, Amazon e Uber.

Quando se pensa no legado que a pandemia deixará ao mundo corporativo, é impossível não mencionar a transformação digital acelerada. A Global CEO Outlook 2020, pesquisa conduzida pela KPMG com executivos brasileiros, dimensiona numericamente essa percepção. Para 67% dos entrevistados, o cenário da COVID-19 determinou avanços na digitalização de operações que colocaram as empresas meses – ou até anos – à frente do esperado. É um crescimento altamente relacionado ao suporte das plataformas digitais.

Não se trata de algo que começou agora, mas de um processo intensificado por conta de necessidades impostas pelo distanciamento social. Basta considerar outro dado, dessa vez trazido por um estudo da consultoria BTA, também em 2020.

A conclusão foi de que o trabalho remoto se tornou padrão para 43% das empresas brasileiras desde o ano passado. Por isso, o crescimento dos postos de trabalho nesse formato foi de cerca de 85%, no início de 2021, de acordo com o Infojobs.

É o que faz com que se espere, para o momento pós-pandemia, a manutenção, pelo menos, dos modelos híbridos de trabalho. Nesse artigo, vamos entender o papel e a importância das plataformas digitais nessa transformação pela qual as empresas passam. Siga com a gente, para não ficar para trás.

O conceito e o papel das plataformas digitais

Antes de mais nada, vale a pena focar no conceito. As plataformas digitais são, de forma geral, um modelo de negócios que conecta pessoas e promove interações, a partir de diferentes ferramentas tecnológicas. Alguns exemplos de sucesso no mercado e bastante presentes na mente dos consumidores são players como Amazon, Spotify, Uber, Airbnb e Netflix.

E se os últimos anos já vinham sendo de expansão do uso dessas ferramentas, 2020 registrou uma adesão exponencial. O estudo de tendências da Euromonitor Internacional identificou que, nas chamadas economias emergentes, um recorte que inclui o Brasil, os consumidores gastaram 18% a mais com serviços de streaming, a cada ano, no período entre 2016 e 2019.

Com o impacto da pandemia, vieram resultados ainda superiores. A Netflix, de acordo com dados da mesma pesquisa, ganhou 16 milhões de assinantes no primeiro semestre de 2020, mais do que dobrando a receita de 2019.

Uma legítima transformação de mercado

Quando levamos em consideração os serviços oferecidos por essas grandes marcas, ficam bem claros alguns pontos fundamentais das plataformas digitais. Falamos da aplicabilidade dessas ferramentas em diferentes usos – seja no contexto de trabalho ou entretenimento – e o estabelecimento de conexão entre pessoas e empresas, para a geração de relacionamento de valor, a partir de uma visão colaborativa.

Isso torna as plataformas digitais modelos de negócios altamente disruptivos. É uma atuação multilateral que agrega valor a partir da interação com o usuário, aproveitando o suporte da tecnologia e da ciência de dados. Isso é o que dá vida ao chamado “efeito de rede”, ou seja, as informações coletadas no relacionamento com o usuário permitem conhecê-lo e oferecer praticidade e vantagens.

Essa estrutura fica clara quando vemos, por exemplo, que o Airbnb permite ser, simultaneamente, quem loca espaço e oferece hospedagem. E você também já parou para pensar nas sugestões de conexão que aparecem no seu perfil de redes sociais como Facebook, LinkedIn e Instagram? Elas também têm a ver justamente com essa inteligência presente na lógica de operação das plataformas digitais, tecnicamente chamadas de “matchmaker”.

E não há como perder tempo em se adaptar, pois essas ferramentas são apontadas por especialistas como uma das megatendências para os próximos anos, ao lado das aplicações de inteligência artificial, por exemplo.

Vamos sistematizar características e vantagens?

É, de verdade, um caminho sem volta. E para que sua empresa percorra essa trilha, com segurança e assertividade, vale a pena repassar os princípios e benefícios que fazem o sucesso das plataformas digitais.

Os fundamentos:

● Falamos de modelos de negócios apoiados na tecnologia;
● São plataformas facilitadoras de interações e potencializadoras de ecossistema de relacionamento, a partir do fundamento de “efeito de rede”;
● Permitem escalabilidade em grande volume;
● São focadas na geração de experiência positiva ao usuário;
● Também se fundamentam na conectividade externa, tanto em se considerando o acesso web, como o compartilhamento de dados via as chamadas APIs. Essa sigla identifica plataformas de programação que permitem gerar, analisar e integrar dados.

Os benefícios:

● As plataformas digitais eliminam intermediários, tornando o contato com os usuários mais ágil e transparente;
● O acesso é prático e dá protagonismo ao cliente em suas demandas, comportamentos e ações. O resultado é um sistema de geração de valor que se retroalimenta e se aprimora, a partir do feedback de quem usa a ferramenta;
● É um modelo de negócios flexível, horizontal e que se baseia em processos automatizados, evolutivos e responsivos. Isso tudo gera muito mais impacto ao mercado, agregando valor e posicionamento à marca;
● Em uma operação de custos reduzidos, é possível prover acesso facilitado, atendendo a uma rede muito maior de clientes;
● Na prática, isso tudo quer dizer experiência positiva e construção de relacionamento sem igual, em um processo pautado pelo compartilhamento.

Por sinal, é quando se lança um olhar para essa perspectiva de proximidade e troca que se percebe que a vocação das plataformas digitais vai além da venda de produtos e serviços. São excelentes apostas, por exemplo, quando o foco é incrementar o relacionamento com diferentes stakeholders, em bons portais de relacionamento, ou alinhar processos e cultura organizacional, com sistemas de intranet eficientes. Uma ajuda e tanto nessa época de adequação crescente ao trabalho remoto.

O compartilhamento de conhecimentos é outra grande força das plataformas digitais e surge como a principal aposta do IAPRENDI. Com foco no gerenciamento de aprendizados, proporcionamos um ambiente on-line de estímulo ao empreendedorismo, criando oportunidades de alta performance e monitorando ameaças em tempo real, além de conectar pessoas e entidades para as soluções educacionais ideais.
É o efeito de rede transformando hábitos empresariais e dando vida a negócios saudáveis, em uma economia sustentável. Saiba mais sobre essa proposta inovadora, que faz da transformação digital uma aliada das empresas de valor, navegando pelo site do IAPRENDI.